quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Dizem que é PRUDENTE(?).

Dizem que é PRUDENTE(?)
Manter uma certa amizade
Com a LOUCURA e com a
IRREVERÊNCIA, pois elas
São muito mais autênticas
Que a NORMALIDADE.
Além disso, ás vezes...
A NORMALIDADE CANSA.

15 comentários:

  1. transgredir às vezes é preciso...pessoas previsíveis são como água de salsicha e sopa de chuchu rsrsrs não tem gosto de nada rsrsr

    ResponderExcluir
  2. Teresa Cristina de Barros11 de janeiro de 2012 08:20

    OLHA SÓ ...PRUDÊNCIA E CANJA DE GALINHA , NUNCA FIZERAM MAL A NINGUÉM .....A NORMALIDADE CANSA , MAS QUEM NÃO DANÇA SEGURA A CRIANÇA ....KKKK..BEIJINHOS ..MEU POETA DOS ARROJOS POÉTICOS .

    ResponderExcluir
  3. Amei seu texto moço. Pensando bem, você tem toda razão. bjs Dunleyanos.

    ResponderExcluir
  4. CERTAS TRANSGRESSÕES POSSIBILITAM A VIDA! TEM MUITA GENTE QUE LEVANTA ESSA E OUTRAS BANDEIRAS, MAS NÃO TOMA ATITUDES PERTINENTES! NÃO SEI O AUTOR DE ALGO MAIS OU MENOS ASSIM: "SE EU QUISESSE PALAVRAS COMPRARIA UM DICIONÁRIO...MAS O QUE EU GOSTO MESMO É DE ATITUDES!" EU SOU TRANSGRESSORA POR NATUREZA! BOA TARDE, POETA CAMARADA!

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente....rsrsrsrsrsr, a normalidade exagerada, cansa mesmo... eu curto gente meio doida rsrsrsrsrsr, adoooooooooooro, porque gente meia doida (no bom sentido), sempre traz irreverência, surpresas, e pessoas assim também, estão sempre prontas para perdoar os amigos, porque geralmente elas não são afetadas pelo mau humor alheio, e por nada, porque são doidas....rsrrsrrsrsrsrsr adorei este poema, beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. A normalidade quase sempre cansa....
    Adorei teu texto...

    ResponderExcluir
  7. Verdade caro poeta, muito bom. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. Bom, muuuuita gente me perguntou, o porquê eu queria saber o que era “loucura” e todas aquelas perguntas ( se você não viu esse post veja AQUI ), bom, porque eu acho que o conceito de loucura é um tanto quanto diferente para cada pessoa, e queria saber as opiniões para fazer um post sobre alguns conceitos de normalidade e psicopatologia.
    Antes de começar a falar disso, veja este poema:
    “Que é loucura: ser cavaleiro andante
    Ou segui-lo como escudeiro?
    De nós dois, quem o louco verdadeiro?
    O que, acordado, sonha doidamente?
    O que, mesmo vendado,
    Vê o real e segue o sonho
    De um doido pelas bruxas embruxado?”
    Carlos Drummond de Andrade

    ResponderExcluir
  9. A loucura e a irreverência, pelo que observo no mundo atual, é muito mais sensata. Grande abraço amigo Carlos.

    ResponderExcluir
  10. Verdade meu Poetinha! Existe algum conceito para a normalidade? Será que é clichê dizer que normal é fazer o que todos fazem? Sei não, todos nós temos nossa irreverência, nossa loucura, dizem que de poeta e louco todos nós temos um pouco...eu gosto de sonhar, de fugir da rotina de algumas realidades, será que sou louca? Os estudiosos de psicologia dizem o seguinte sobre normalidade: quando o sujeito consegue amar mais que odiar é normal...viu tudo é relativo. Grande beijo poeta dos sonhos.

    ResponderExcluir
  11. Muita verdade em suas palavras.

    Tenha um bom dia,Sol

    ResponderExcluir
  12. Prudente - Loucura - Irreverência - Normalidade
    Com apenas quatro palavras expressaste o verdadeiro sentimento, toda a verdade em linha...RICA COMBINAÇÃO
    LUXA

    ResponderExcluir
  13. Se cansa carlinho! uff,
    O importante é ser loucamente,
    Irreverente e prudente,
    E viver um sonho intenso,
    Com tudo que se diz anormal,
    Ser apaixonado pela vida,
    Ser visionário da alma,
    Empreendedor de sonhos,
    Consumidor de alegrias,
    Empresário da felicidade,
    Cientista do sorriso,
    Um milionário do AMOR.
    Um poeta explendor...
    Bj anjo condor.

    ResponderExcluir