domingo, 23 de novembro de 2014

Te quero tanto, mas tanto...

Te quero tanto, que quando
Meus pensamentos te passeiam
Sinto pedacinhos de mim
Migrando docemente pra ti.


Chuvas de ternas conspirações
Inundam o meu coração...
E desejos ansiosos me sussurram:
Viva com  carinho essa emoção !

Sou como um Riozinho
Que só tem um caminho
Fluir docemente para o teu mar
Em busca de teu amar.

Vá lá menino !
O destino está te sorrindo...
Sinta o teu querer florindo...
E aproveite esse momento lindo.


Você meu bem, é semente,
que germina em meu querer
a doçura e a beleza de um amor
que tem urgência em nascer.









5 comentários:

  1. Belíssimo poetar poetinha! te aplaudo sempre! beijos ternos

    ResponderExcluir
  2. apaixonante Poeta... parabéns, boa noite, excelente semana, bjs

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso! Adorei! Bjs em sua linda alma!

    ResponderExcluir
  4. Lindo!! adorei, querido poeta!!bom dia pra vc..bjs

    ResponderExcluir