terça-feira, 27 de agosto de 2013

Apreciações oníricas

Meus sonhos sentaram-se
Bem ali...nas margens do rio
Que banha o seu coração
E ficaram apreciando
O fluir de suas doçuras.
Sentiram-se tentados a mergulhar
Em suas atraentes e fascinantes águas,
Mas ficaram com medo de se afogarem...
DE TANTA FELICIDADE.

9 comentários:

  1. Quanta ternura!!!
    No barquinho a vela não tinha salva vida?
    Era muito profundo a ponto de se afogar?
    Não tinha um lenço branco para acenar?
    Com esta doçura toda,
    Eu teria ido te buscar!!
    Beijo poeta carinhos do Bem-to.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada meu querido
    amei seu poema...
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  3. Bravíssimo amado poeta!!!!Fiquei tão deslumbrada com a
    poesia,que minhas palavras afogaram-se de felicidades!!!!

    Suas poesias nos levam junto com seus sonhos!!!

    Bjks no seu lindo e romântico coração!!!

    ResponderExcluir
  4. que ternura amigo poeta, obrigado pela partilha, boa noite, bjs. no seu lindo coração ♥

    ResponderExcluir
  5. que fofo, que delícia
    mergulhe sim, não tenha medo
    não há perigo
    só encontrará doçuras e gostosuras
    rsrsrs
    beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Parabéns, Carlinhos!
    Suave romantismo.
    Bjssss

    ResponderExcluir