quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

DEUSA DO AMOR.

Olhar de menina
Procurando ternuras
Derramando sensualidade
Sugerindo loucuras.

Boquinha delicada
Gritando por um beijo
Rostinho encantador
De mulher desejo.

Sorriso misterioso
Mesclado de alegria e dor
Moça bonita
Deusa do amor.

Um comentário:

  1. Teresa Cristina Barros10 de janeiro de 2013 04:54

    Que coisinha mais terna este seu poema ...Adorei !!!!Beijão poeta !!!

    ResponderExcluir