sexta-feira, 27 de maio de 2016

Nunca escorri tanto amor...

QUE VONTADE...
IMENSA E INTENSA...
de te amar bem devagarinho...
sentindo cada fibra de ti em mim.

Nunca escorri tanto amor...
por alguém...

3 comentários:

  1. Amei, meu amor...minha vida!

    ResponderExcluir
  2. Lindo querido poeta Ternura! Bjs na alma!

    ResponderExcluir
  3. maravilha de poema.Adorei!
    Ana Maria Serpa Jubilut

    ResponderExcluir