quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Desorbito-me.

Quando não estás...DESORBITO-ME.
Sinto minhas emoções em queda livre...
E começo a colidir comigo mesmo.
A verdade é...que tua ausência...

APEQUENA O MEU MUNDO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário